» » Significado de Lâmia

Significado de Lâmia

De acordo com as crenças gregas, a lâmia era um demônio que se alimentava de crianças, mas esse nome também poderia ser atribuído a espíritos, bruxas ou monstros femininos, que surpreendiam os viajantes e sugavam seu sangue

Existem muitas histórias diferentes sobre as lâmias, principalmente no que diz respeito à sua aparência. Algumas crenças as descreviam como mulheres belíssimas da cintura para cima, mas com cauda de serpente, enquanto outras afirmavam que as lâmias tinham cauda de peixe.

Outras crenças afirmavam que as lâmias possuíam patas e garras, mas todas as crenças concordavam que se tratavam de figuras femininas que atraiam os homens para matá-los.

Lâmia e a Mitologia

A lâmia sempre foi uma figura muito presente na mitologia grega e na de outros locais, por isso, vamos listar todos os locais que acreditavam na existência das lâmias e como esses seres eram descritos de acordo com cada cultura.

  • Lâmia na Mitologia Greco-romana

Nessa versão, a lâmia seria uma linda rainha da Líbia que despertou o interesse de Zeus. A lâmia tinha sangue divino, pois era filha de Poseidon, deus dos mares.

A lâmia se tornou amante de Zeus e os dois tiveram muitos filhos, sendo felizes até então, mas Hera (esposa de Zeus) não estava nada feliz com a situação e matou todos os filhos da rainha, além de transformá-la em um monstro metade mulher e metade serpente.

Para piorar a situação, Hera ainda arrancou as pálpebras da moça, para que ela nunca se esquecesse da perda dos seus filhos. Após todas as punições, Zeus sentiu pena da rainha e lhe deu a habilidade de remover os olhos quando quisesse descansar.

Passando por todo esse sofrimento, a rainha se revoltou e passou a matar e devorar os filhos de todas as mulheres de conhecesse a partir dali, pois os dela também haviam sido mortos.

  • Lâmia na Mitologia Africana

Na mitologia africana, as lâmias eram monstros metade mulheres e metade animais que cantavam nas estradas para atrair os viajantes que desconheciam a história. Quando os viajantes as encontravam, as lâmias sugavam seu sangue até a morte.

Essa versão das lâmias se assemelhava muito com as sereias.

  • Lâmias na Mitologia Basca

Na mitologia basca, as lâmias eram mulheres que possuíam, da cintura para baixo, características diferentes, como cauda de peixe ou patas e garras de aves.

Nessa crença, as lâmias eram criaturas pacíficas que passavam o dia inteiro penteando seus cabelos, mas se enfureciam quando tentavam roubar seus pentes de ouro maciço.

Eles acreditavam que as lâmias mantinham relações com humanos e até tinham filhos, mas não poderiam nunca se casar, já que não entravam em solo sagrado.

  • Lâmias na Mitologia Búlgara

Nesse caso, as lâmias eram monstros que bebiam sangue, de preferência o sangue de moças e mulheres adultas. As lâmias na mitologia búlgara se pareciam com as Hydras, pois quando sua cabeça era cortada, nasciam outras no lugar.

  • Lâmias na Bíblia

Na bíblia, as lâmias são representadas pela Lilith, ou seja, a primeira mulher de Adão. Lilith (ou Lâmia) havia sido criada do barro, junto com Adão e, por isso, o via como um igual.

Lilith se incomodava em ter que servir a Adão e ficar por baixo na hora do sexo. Ela reclamava tanto que aborreceu Deus, que a amaldiçoou e a expulsou do Éden. Revoltada, ela sentiu-se confortada pelos demônios e tornou-se esposa de um deles.

Com o passar do tempo, Lilith foi sendo retirada da bíblia e hoje ela é pouco discutida no judaísmo e no cristianismo.

Atualizado em: 23/05/2018 na categoria: Religião