Mim e Me: Quando Usar e Exemplos Práticos


Mim e me: quando utilizar? Me está sempre ligado a um verbo e mim está sempre ligado a uma preposição. Mim e me são pronomes oblíquos que se referem a 1ª pessoa do singular (eu), mas são usados em situações diferentes.

Por exemplo:

  • “Você deve me devolver amanhã o caderno que te emprestei.”;
  • “Esses chocolates são para mim?”.

Note que na primeira fase o pronome me está ligado a um verbo (devolver) e na segunda frase o pronome mim está ligado a uma preposição (para). Observe mais exemplos:

Uso Correto do Me

  • “Por favor, você pode me dar um copo com água?”;
  • “Se você não me apresentar o relatório hoje, será demitido!”;
  • “Quando é que você vai aprender a me tratar com respeito?”;
  • “Não me dê mais sermões, não preciso ouvi-los!”.

O pronome me nunca estará ligado a uma preposição e não é utilizado em final de frases. Logo, frases como essas estão incorretas:

  • “Essa festa é para me”;
  • “Não fale de me para Carolina.”.

Importante: diferente da linguagem popular e informal, na linguagem formal não é correto iniciar uma frase com o pronome oblíquo me. Sendo assim, a frase seguinte está incorreta:

  • “Me ligue para contar o que aconteceu na reunião ontem à noite.”.

O correto é:

  • “Ligue-me para contar o que aconteceu na reunião ontem à noite.”.

Uso Correto do Mim

  • “Você não deveria reclamar a mim, mas com o gerente da loja.”;
  • “Apenas uma fatia de bolo é necessária para mim.”;
  • “Não quero que você fale de mim para ele para não levantar suspeitas.”;
  • “Quero que esse segredo fique entre mim e você.”.

Mim nunca estará ligado a um verbo e não é utilizado em início de frases. Logo, frases como essas estão incorretas:

  • “Rosana mim deu estes sapatos lindos para usar hoje na festa!”;
  • “Filmes românticos mim deixam emocionada.”;
  • “Mim ligue amanhã.”.

Mas quando usar mim ou eu?

Há também uma grande confusão quanto ao uso do mim ou eu em uma frase. Mas basta lembrar de uma dica simples para não errar mais: mim não conjuga verbo. Ou seja: antes do verbo, deve-se utilizar eu em vez de mim. Por exemplo:

  • “Devolva-me o livro para eu ler amanhã.”;
  • “Marcos comprou uma roupa nova para eu vestir hoje.”;
  • “Janaína me mandou um vídeo para eu assistir.”.