» » O que é Politicagem

O que é Politicagem

O termo politicagem possui significado pejorativo – depreciativo, desagradável. Refere-se à política de interesses pessoais, de troca de favores, ou de realizações insignificantes.

Designa também o conjunto dos políticos que se dedicam à tal prática.

Pode-se dizer, em uma linguagem popular, que a politicagem está ligada à política suja, que inclui a compra de votos, os esquemas de corrupção entre políticos, os desvios financeiros para beneficiamento próprio, as falsas promessas ao povo. É uma política reles e mesquinha, movida pelo desejo do poder e enriquecimento fácil e ilícito.

Politicagem nas Igrejas

Os cargos e posições dentro de algumas igrejas também são disputados pelo simples desejo do poder. É preciso compreender que a politicagem sempre está ligado à forma de liderança dentro de uma organização. As igrejas também possuem a sua hierarquia e esquemas de favorecimento dentro dela – seja para obter cargos ou para influenciar outras pessoas a adentrarem no universo do favorecimento ilícito, conivente com líderes corruptos e ávidos pelo poder.

Os políticos também se valem destes locais para angariarem votos: frequentam igrejas em épocas de eleição para se mostrarem mais “santificados” e injetam dinheiro na mão dos grandes líderes para que estes influenciem os seus subordinados e fiéis a votarem em quem eles querem.

Há também aqueles que se valem de seus grandes cargos e de sua influência dentro das Igrejas para se candidatarem aos cargos políticos – e quase sempre acabam ganhando.

Politicagem nas Empresas

A politicagem dentro das empresas pode ser sutil ou explícita, agressiva. Acontece quando o favorecimento dentro das empresas e os acordos são baseados em esquemas ilícitos que visam o favorecimento de seus participantes não pelo mérito ou esforço dedicado ao seu trabalho, mas por simples participação nestes esquemas, comandados pelos mais poderosos ou por quem visa chegar ao poder dentro da hierarquia da empresa.

A política propriamente dita também adentra neste universo: donos de empresas, patrões e outros chefes de esquemas ilícitos podem coagir funcionários a votar em seus candidatos e, caso estes demonstrem opinião política contrária ou não aceitem a “sugestão”, são retaliados, punidos ou até demitidos! Isto, inclusive, é considerado assédio moral. O melhor é saber se esquivar totalmente da politicagem nas empresas no que toca a esquemas dentro e fora dela.

Politicagem no Brasil

A politicagem no Brasil está intimamente atrelada à forma de governar o país desde os primórdios de sua independência. A política não é encarada como um instrumento de trabalho para o povo, para implantar melhorias sociais e dar dignidade ao cidadão. Antes disso, é vista como um projeto de poder.

É politicagem quando há desvio de verba destinada à compra de medicamentos ou de merenda escolar para o beneficiamento próprio e o enriquecimento ilícito de qualquer político que seja. A politicagem também está presente nos acordos e quebras de alianças entre partidos, que não acontecem pela simpatia ou discordância de ideias ou projetos sociais, mas antes porque alguém não quis participar de um esquema de corrupção; porque um queria mais poder do que podia ter, porque outro não recebeu apoio quando foi pego no flagra em escândalos, enfim, por muitos outros motivos de cunho nada social.

Atualizado em: 23/05/2018 na categoria: Politica